Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Passiflora


PASSIFLORA

Passiflora incarnata


 Outros nomes: martírio, flor da paixão, maracujá, maracujá azul,    maracujazeiro
Partes usadas: folhas, flores e frutos
 

Esta planta, também conhecida como Flor da paixão, é uma planta trepadeira, e deve este nome às suas flores, cujas peças que a constituem, fazem lembrar os instrumentos usados para a crucificação de Cristo. Esta flor dá origem a um fruto bem connhecido por todos, o maracujá.
É uma excelente planta para aquelas pessoas com problemas de ansiedade, palpitações, nervosismo, dores, espasmos diversos e insónia. Actua a nível do sistema nervoso, promovendo o relaxamento sem causar depêndencia ou sonolência. Por norma não há contraindicação em tomá-la junto a medicação quimica, mas recomenda-se que avise o seu médico caso o pretenda fazer.
A sua forma de tomar deverá ser cerca de uma hora antes de se deitar e também ao pequeno almoço. A dose pode ser aumentado caso seja necessário.
A sua combinação com outras plantas, nomeadamente, valeriana e crataegus, juntamente com o mineral magnésio e complexo B, são excelentes para problemas nervosos.
Existem no mercado português várias formas de apresentação, como gotas, cápsulas, comprimidos e ampolas e/ou combinada com outras plantas. Na minha opinião opte pela planta de uma forma isolada, quer em gotas ou comprimidos, uma vez que a quantidade de princípio activo é maior, promovendo o efeito desejado mais rápido. Se usar a planta para um problema ligeiro, pode usar em combinação com outras plantas ou mesmo em infusão.
Substâncias activas conhecidas: alcalóides indólicos, flavonóides, diversos esteróis e pectina.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentário: