Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

A água que nos dão a beber

 


A ÁGUA QUE NOS DÃO A BEBER






Antes de ler esta publicação é importante que leia o artigo sobre a água para que possa entender o que aqui se vai publicar. Apelo vivamente à inteligência de cada um e reflexão sobre este assunto. Fica aqui o link para o artigo da água: 


Como leu no artigo, a água que corre nas nossas torneiras é de qualidade medíocre, tal como a água imprópria para consumo. É tratada com inúmeros químicos e apenas é lixiviada para adquirir o aspecto incolor e alterar o sabor. Lembre-se que a água deve ser incolor, inodora e insípida. A água de rede não tem cor (às vezes), mas tem cheiro (cloro) e sabor (cloro) Nesta publicação irei apenas focar na água de rede. 

Como pode ver nesta imagem, o anúncio apela ao consumo de água de rede como forma de proteger a saúde.
Após ter lido o artigo, deixo esta pergunta para reflexão. É realmente verdade que ao bebermos água da rede estamos a proteger a saúde ou a estragá-la?

Para que as suas dúvidas diminuam um pouco mais mostro um extracto de um boletim de análises bioquímicas de água de rede de uma cidade portuguesa. A vermelho podem ver a gravidade da situação.

Todas as vezes que bebemos, cozinhamos e tomamos banho com essas águas, estamos a "ingerir" em mais ou menos quantidade esses químicos. Estas substâncias estão mais que comprovadas que são cancerígenas, que alteram o sistema imunitário, que provocam alterações no sistema nervoso, etc. É um pedaço de veneno que consumimos diariamente. Acredito também que esta noticia possa a vir ser desmentida. Mas o que me satisfaz é que esta realidade é uma verdade por muito que a tentem mudar. Os "entendidos" dirão que é um mal necessário para que a água não chegue contaminada, outros dirão que as doses são tão baixas que o organismo as consegue eliminar eficientemente, que inclusivamente o governo ou autoridades máximas autorizam valores mínimos destes compostos na água. Eu digo, mas sou apenas eu, que estudei medicina natural, que exerço esta prática há 10 anos que, se todos os dias colocar uma gota de água num copo, ao fim de um determinado tempo o copo transborda. Existem químicos que simplesmente não saem do organismo. O corpo armazena-os debaixo da gordura para que eles não façam mal. Quando já não conseguem guardá-los de forma segura começam os problemas (o copo transbordou).
Ah, alguns destes químicos foram usados para assassinar seres humanos em tempos que não estão muito longe.
Lembrem-se sempre que onde houver dinheiro há malignidade.

Deixe o seu comentário aqui ou no facebook. Desde já agradeço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário