Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Sindrome da fadiga crónica


Resultado de imagem para fadiga cronica





SÍNDROME DA FADIGA CRÓNICA
auxilio extra







Milhões de pessoas sofrem desta perturbação de causas desconhecidas, numa ou noutra altura, ao qual também se chama de "síndrome da fadiga pós-viral", e "gripe dos yuppies".

Esta doença, chamada até à década de 1990, de encefalomielite miálgica, caracteriza-se por cansaço profundo e persistente. Insónias, baixa concentração, depressão. 

Este síndrome, muitas vezes diagnosticada como fibromialgia, é de difícil consenso se é ou não uma doença por si só, ou um conjunto de sintomas.


As causas são desconhecidas do ponto de vista ciêntifico, mas pode estar relacionada com uma baixa na imunidade. Outros disturbios alimentares podem surgir como alergias, lúpus. Muitos sentem sintomas típicos da gripe antes do início da fadiga, sugerindo um ataque viral. O vírus Epstein-Barr, candidíase estão entre os suspeitos causadores da infecção. Em situações de stress e desnutrição, a infecção por estes agentes podem ter efeitos graves.

Existem alguns suplementos capazes de auxiliar o combate à doença, tais como:

- Vitamina C, carotenóides e hipericão - para ajudar a recuperar o sistema imunitário e diminuir a depressão.

- Equinácea e Astrágalo - alterne estas duas plantas para potenciar as células imunitárias

- Pau d' Arco - para ajudar no combate a fungos, como a candidíase.

- Magnésio (de preferência cloreto de magnésio) - para aliviar os espasmos musculares e reduzir a dor.

- Ginseng Siberiano e Alcaçúz - para estimular as glândulas supra renais a libertarem hormonas como o cortisol para combater o stress e aumentar a energia.

Estes suplementos necessitam de pelo menos um mês para que surjam os efeitos pretendidos.


Faça respirações profundas várias vezes ao dia para melhorar a oxigenação de todo o organismo.

Verifique se a sua dieta precisa de algum ajuste. Por vezes, erros alimentares levam ao surgimento dos sintomas. Clique aqui para ver um exemplo de dieta a seguir para o síndrome da fadiga crónica.

Beba uma boa quantidade de água por dia, de preferência água com pH elevado. Clique aqui para ver como obter água de pH elevado.

A medicina tradicional chinesa tem uma boa resposta para este tipo de afecção. Procure um profissional credenciado, que o/a ajudará neste tratamento.




Filipe Gonçalves
director da clínica Pela Minha Saúde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário