Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Equinacea


EQUINACEA

Anti-biótico natural








Originária da América do Norte, sobretudo no vale do grande rio Mississipi, de onde é oriunda. A Equinácea, Equinacea angustifolia D.C., é cultivada como planta medicinal no Centro da Europa. Possui o caule oco e as folhas alongadas, estreitas e cobertas de pelos. Suas flores são muito vistosas.
Os índios dos estados de Nebraska e Missuri (E.U.A.), usavam a raiz da equinácea para curar as feridas infectadas e as mordeduras de serpentes. Nos finais do século XIX, um investigador médico, descobriu as propriedades desta planta convivendo entre os índios. A partir de então, a equinácea tem sido objeto de numerosos estudos científicos, que têm revelado numerosas virtudes desta planta, bem como seu mecanismo de ação. Hoje a equinácea faz parte de diversos produtos farmacêuticos, e é uma das plantas sobre as quais existe um maior número de estudos científicos realizados. A composição da raiz de equinácea é muito complexa. Têm-se identificado numerosas substâncias ativas, tais como 3 óleos essenciais, glicosídeos, resinas, inulinas e vitamina C.

As principais propriedades da equinácea são:
- Imunoestimulante: Aumenta os mecanismos de defesa, por uma estimulação geral não específica, tanto da imunidade humoral (maior produção de anticorpos), como da imunidade celular (fagocitose: destruição dos microorganismos pelos leucócitos). Produz um aumento do número de leucócitos (glóbulos brancos) no sangue.
- Antiinflamatória: Impede a progressão das infecções, por inibição da enzima hialuronidase, produzida por muitas espécies de bactérias; favorece a formação do tecido de granulação, responsável pela cura das feridas; estimula a reprodução dos fibroblastos, células fundamentais do tecido conjuntivo responsáveis pela regeneração dos tecidos e pela formação das cicatrizes.
-Antitóxica: Estimula os processos de desintoxicação no fígado e nos rins, mediante os quais se neutralizam as substâncias tóxicas ou estranhas que circulam pelo sangue.
-Antibiótica e antivirótica: Ação que se tem demonstrado experimentalmente in vitro.
-Anticancerosa, por destruição de células malignas (efeito até agora só comprovado in vitro).

Suas aplicações clínicas são:
- Doenças infecciosas em geral: O melhor antibiótico fracassará se as defesas do organismo não colaborarem na luta contra a infecção. A equinácea atua sobre o organismo, destruindo os germes causadores da mesma. Isto significa que a sua ação é mais lenta, e talvez menos espetacular que a dos antibióticos; ainda que, em muitos casos, com melhores resultados a médio e longo prazo. O seu efeito é curativo e preventivo. Além disso, é isento dos efeitos secundários dos antibióticos.
-Combate as doenças infecciosas infantis; a gripe; a sinusite, amigdalite e infecções respiratórias agudas e crónicas, especialmente quando se produzem com frequência (efeito preventivo); na febre tifóide; nas septicemias (infecção do sangue) de qualquer causa (ginecológica, urinária, biliar, etc.)
-Lesões da pele: pela sua ação anti-infecciosa, cicatrizante e regeneradora dos tecidos, aplica-se nos abcessos, feridas ou queimaduras infectadas, foliculite, acne sobreinfectada, úlceras da pele incluindo as varicosas, psoríase, dermatoses e eczemas. Nestes casos aplica-se tanto externa como internamente.
-Picadas de insetos e mordeduras de serpentes: Pela sua ação desintoxicante, neutraliza (parcialmente) o veneno e evita o seu alastramento ( interna e externamente).
-Infecções da próstata: Tem um efeito descongestionante sobre a glândula prostática e, sobretudo, evita as frequentes infecções urinárias pelo esvaziamento incompleto da bexiga.
-Tumores malignos: Ainda que até agora a sua ação contra os tumores só se tenha demonstrado experimentalmente in vitro, há razões suficientes para se pensar que possa ter uma ação benéfica no caso de tumores cancerosos. À espera de novas investigações, a equinácea só se deve ser usada como complemento de outros tratamentos contra os tumores.





Fonte: * Extraído do livro A Saúde pelas Plantas Medicinais, editado pela Publicadora Atlântico, S.A.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Prezados,
    Preciso o vosso auxílio com algumas informaçoes a respeito da doença das amigdalas. Minha filha tem agora 08 anos de idade e tem tido muitas queixas na barriga e nas articulaçoes. dia+dia as queixas estão a aumentar. Fiz algumas consultas com alguns médicos e o único problema detetado são as glándulas inflamadas na garganta. A última medicaçao que fiz com ela, é a penicilin benzatina, com aplicaçao de 28 em 28 dias. Se podessem ajudar-me com alguns tratamentos medicinal ou com ervanárias, agradeceria imenso pela informação.
    o meu endereço eletrónico é jcjgomes@hotmail.com
    contacto: 923490196

    José Carlos

    ResponderEliminar
  2. Email enviado ao nosso leitor

    "Caro José Carlos,

    É com gosto que recepcionamos a sua dúvida no blog ervanária virtual.
    Em reposta à sua publicação, tenho a lhe dizer que a sua filha terá uma alteração no sistema imunitário, que lhe está a causar estes disturbios. Em pediatria aconselhamos, perante situações de baixa imunidade, o abandono na ingestão de leite e seus derivados, mais especificamente nos queijos. Outra medida é não dar à criança produtos processados, como produtos de pastelaria e refrigerantes. Pode fazê-lo de uma forma casual.
    Tentar fornecer uma alimentação mais rica em frutas e vegetais, sabemos que é difícil no que toca a crianças, mas é nesta fase que eles se habituam.
    Relativamente a suplementação que pode aplicar na criança, o Propólis é um óptimo antibiótico natural sem prejuízo para a saúde, mas atenção que não deve dar se ela for alérgica a abelhas ou a produtos de abelhas. Em conjunto com o propolis, pode aplicar equinacea (existem várias apresentações) que será tomada por algum período de tempo (nao deve tomar se for alérgica a flores da família das margaridas)..
    Uma correcta avaliação por parte de um profissional de saude da medicina natural é imprescindivel para um bom tratamento, daí também o aconselhar a procurar um.

    Qualquer outra questão, não hesite em contactar"

    ResponderEliminar