Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Celulite - ajudas extra






 CELULITE
Ajudas extra










Tal como o enfarte do miocárdio, o stress, a obesidade e outros problemas de saúde, a celulite é um dos males da civilização. Ataca especialmente as mulheres nervosas que vivem em grandes centros urbanos. Muitas das que habitam em pequenas cidades e na zona rural desconhecem o problema. Julga-se que é por viverem um ritmo de vida menos trepidante e estarem menos expostas a uma dieta industrializada, rica em gorduras e outros elementos desencadeantes.

Diagnóstico

A celulite é um espessamento surgido basicamente nas nádegas, nas coxas, no ventre, na parte superior das costas e na nuca. No entanto, pode ser localizada em qualquer outra parte do corpo.

Na realidade, aquilo a que popularmente se chama celulite é a lipodistrofia ou a típica alteração da pele que assume aspecto de “casca de laranja” e é causada pela perda de elasticidade, hipertrofia, desorganização e subnutrição do tecido conjuntivo sob a pele comum. É uma alteração do metabolismo do tecido conjuntivo subcutâneo.

O excesso de calorias, aliado a outros factores, provoca um acúmulo extra de gorduras nas células adiposas e uma proliferação anormal das fibras colágenas que sustentam o tecido adiposo. Com o tempo, o processo torna-se crónico e a proliferação de fribrilhas colágenas reduz ainda mais a oxigenação e a nutrição desses tecidos. A situação torna-se praticamente irreversível, com o encarceramento dos lóbulos de tecido celulítico nas fibroses esclerosadas.

Para as mulheres, a celulite é um tormento no sentido estético, pois deixa as partes atingidas com um visual considerado nada atraente.

Enfrente o Problema

Caso o problema já se tenha generalizado, atingindo grande parte da pele, não há muito a fazer. Mas se está a notar o surgimento de celulite nos seus primeiros sinais, ainda é tempo de impedir a sua progressão.

Para começar, procure regularizar o peso. As mulheres obesas ou propensas à obesidade têm uma tendência maior para adquirir celulite. Isso não significa que as magras estejam imunes. Pesquisas recentes indicam que o consumo de anticoncepcionais está directamente ligado ao problema.

Vários outros factores que contribuem para o surgimento da celulite precisam de ser combatidos. Entre eles estão a vida sedentária, o stress, o desequilíbrio e as tensões emocionais, a alimentação industrializada, o excesso de proteínas e gorduras animais, fritos, consumo exagerado de açúcar branco, exposição excessiva ao sol, alcoolismo, tabagismo, drogas, prisão de ventre, sem falar dos factores hereditários.

Colaboração da Natureza

A combinação de plantas tónicas, estimulantes, nutritivas e mineralizantes, como o alcaçuz, a alfafa, o espargo, a salsa, o dente-de-leão e o tomilho, garante uma acção inibidora da formação e do aparecimento da celulite. Além dessas plantas, existem ervas depurativas e diuréticas como a uva-ursina, o carvalinho-do-mar, a alteia.

As pesquisas apontam a carência de vitamina E e de selénio como factor de alteração do tecido conjuntivo e adiposo. Portanto, é recomendável a inclusão desses elementos na alimentação diária.

Também se descobriu que os bioflavonóides contribuem decididamente para reforçar a actividade metabólica e bioquímica da derme e do tecido conjuntivo em geral.

Bioflavonóide é um nome genérico que designa um grupo de compostos amplamente distribuídos no reino vegetal e que agem de forma semelhante à da vitamina C. No corpo humano, fortalecem a tonicidade da parede dos pequenos vasos sanguíneos, melhoram a permeabilidade capilar. Também inibem a acção da histamina e têm uma forte acção antioxidante. Os bioflavonóides refazem os tecidos danificados, protegendo a pele contra a agressão dos radicais livres e eliminando as enzimas que degradam o colágeno (principal proteína da pele e responsável pela sua firmeza e elasticidade), fixando as suas fibras.


Celeide Novelli Campos
Colaboradora da nossa congénere Vida e Saúde
extraído da revista Saúde & Lar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário