Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Melancia - uma fruta das Arábias


 




 MELANCIA
Uma fruta das Arábias







 



Fruta de polpa vermelha e suculenta, a melancia (Citrullus vulgaris) é conhecida desde o antigo Egipto, sendo muito apreciada na Índia e na Arábia Saudita, onde provavelmente foi cultivada pela primeira vez. Prefere climas amenos com temperaturas entre 18ºC e 25ºC. Não suporta calor nem frio intenso. Gosta de sol e não resiste a ventos frios e geadas. A sua melhor adaptação ocorre em solos arenosos, com bastante matéria orgânica e baixa humidade.
O seu peso varia entre cinco a dez quilos, podendo medir até 70 cm. A melhor época de colheita é durante os meses de Julho a Setembro.
Algumas pessoas consideram a fruta indigesta, facto não confirmado pelos especialistas. Suspeita-se que, devido à grande quantidade de água que possui (superior a 90%), ao ser usada como sobremesa, exige do organismo um grande esforço para drenar o líquido, atrasando o processo digestivo. Desse modo, é preferível que não seja usada como sobremesa. Mas é uma fruta refrescante e de bom valor nutritivo.
Uma das suas maiores qualidades é a capacidade de hidratar, sendo por isso muito procurada no Verão. Além disso é laxante e um eficiente diurético, com a vantagem de conter sais minerais, sendo recomendada nas dietas de eliminação e desintoxicação.
O sumo da melancia ajuda no processo de redução do ácido úrico. Pode ser usado na dieta de doentes com tensão alta, reumatismo e gota. A cucurbitina, substância presente nas sementes e na polpa, dilata os vasos sanguíneos e reduz a tensão alta. Também é indicada para reduzir a acidez estomacal.
A melancia contém hidratos de carbono, proteínas, vitaminas A, B2 e C, ferro, fósforo e sódio. Entretanto, os nutrientes mais destacados são o potássio e a vitamina A. O potássio actua na transmissão nervosa, na função renal e na contracção da musculatura cardíaca. A vitamina A protege a pele e as mucosas, ajuda no mecanismo da visão e é antioxidante.
Devido ao seu baixo teor calórico, a melancia pode ser usada nas dietas de emagrecimento. Parte do total de hidratos de carbono são fibras que ajudam a reduzir o colesterol e a absorver gradualmente a glicose. Aliás, é bom lembrar que o açúcar presente na melancia é a frutose, que não depende de insulina para ser absorvido. Isso facilita o seu consumo, que deve ser feito sem excessos, por indivíduos obesos e diabéticos.


Joseni França O. Lima
Nutricionista
Copyright © 2000-2012 Saúde & Lar, Todos os direitos Reservados
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário