Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Estõmago - cuide bem dele


 




ESTÔMAGO
Cuide bem dele 











Estômago de avestruz. Às vezes é assim que se faz referência a uma pessoa que come qualquer coisa, a qualquer hora, em quantidades generosas, sem, aparentemente, sentir qualquer incómodo. A avestruz é, na realidade, uma especialista em comer. Além de roedores, répteis, sementes e vegetais, inclui coisas estranhíssimas no seu cardápio. Nada escapa ao seu apetite, comendo tudo o que vê pela frente. Objectos brilhantes são muitas vezes confundidos com insectos. Gosta de engolir pedras e, na falta destas, servem botões, pilhas, tampinhas de garrafas e até cadeados.
É claro que nenhum ser humano normal é capaz de engolir semelhante tralha. Entretanto, a pressa, as ocupações, e certos hábitos da vida moderna, tornaram-se inimigos do estômago saudável. Comer apenas para pôr alguma coisa dentro do estômago e fazê-lo aquietar-se, não é bom. Essa acção deve ser acompanhada de uma satisfação que se traduz em saúde e bem-estar. A seguir, anote 17 conselhos que podem mudar a sua maneira de tratar esse grande amigo. Ele é uma sofisticada fábrica de beneficiamento de alimentos. Alguns dos itens podem ser vistos como um ideal quase impossível de ser alcançado por algumas pessoas devido ao seu modo de vida, outros, nem tanto. Mas a verdade é que precisamos de fazer alguma coisa, pois o estômago é nosso. Do seu bom funcionamento depende, em grande parte, a boa saúde.
1. Hora de comer

Faça três refeições diárias (pequeno-almoço, almoço e jantar) em horários regulares, observando um intervalo de cinco horas entre elas.
2. Entre as refeições

Não coma nada entre uma refeição e outra. Deixe o seu estômago descansar. Beba água se tiver fome.
3. Líquido certo

Evite comer ingerindo líquidos. Além de estimular o comer mais do que o normal, os líquidos prejudicam a mastigação e a digestão torna-se mais demorada.
4. Devagar também é pressa

Procure alimentar-se devagar, mastigando bem os alimentos. O seu estômago não tem dentes.
5. Hora de dormir

À noite, evite jantar como se fosse um almoço. Faça uma refeição leve, à base de frutas, pão integral, torradas. Não vá para a cama de estômago cheio; se acordar a meio da noite não coma.
6. Pequeno-almoço

Pela manhã é quando o seu estômago está melhor preparado para digerir alimentos pesados (ricos em proteínas e hidratos de carbono, incluindo aí os cereais, feijões, ovos, etc.). Esse almoço matinal dá ao organismo a energia necessária para as tarefas do dia. Experimente e vai sentir a diferença.
7. Fibras

Evite alimentos refinados. Inclua, na sua dieta, alimentos ricos em fibras. Elas ajudam a evitar o cancro do estômago, normalizam o funcionamento do intestino e são benéficas no tratamento de úlceras e gastrites.
8. Fumar

Risque esse mau hábito da sua vida. O seu estômago vai agradecer, e muito. O alcatrão e outros venenos do fumo engolidos pouco a pouco pelo fumador, dificultam a cicatrização de úlceras e irritam a mucosa estomacal.
9. Anti-inflamatórios

Cuidado com eles, pois geralmente irritam a mucosa do estômago, chegando a provocar gastrites e úlceras.
10. Gorduras e carne

Dobrada, churrasco e feijoada podem trazer muito desconforto. A alimentação vegetariana é uma opção que não deve ser descartada por quem deseja ter mais saúde.
11. Fritos

Fique longe deles. As gorduras saturadas que se originam no processo da fritura libertam compostos altamente cancerígenos. O seu estômago agradece.
12. Condimentos

Assim como os fritos, os condimentos, pickles, vinagre, são de difícil digestão. Use limão, alho, azeite e pouco sal para temperar a salada.
13. Leite

Deve ser bebido com moderação, pois é um estimulante da secreção ácida do estômago e não ajuda no tratamento de doenças estomacais, como se pensava.
14. Refrigerantes

Prefira sumos de fruta. Os ácidos das bebidas gasosas irritam o estômago e causam desconforto devido à expansão dos gases.
15. Bebidas alcoólicas
Não consuma. O álcool não alimenta, irrita a mucosa do estômago, além de afectar os rins e o fígado.

16. Café

Ele também faz parte das bebidas que irritam o estômago. Tanto a cafeína como o açúcar provocam mal-estar e irritações.
17. Quente de mais ou gelado

Ambas as temperaturas agridem o estômago. A temperatura ideal para ele é a ambiente.
 

Francisco Lemos


Editor da revista “Vida & Saúde”


extraído da revista Saúde & Lar n. 758
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário