Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Aftas... como evitá-las e tratá-las?


 aftas








 AFTAS
Podem ser evitadas e tratadas?

















A afta é uma doença comum que ocorre normalmente em 20% da população. Aparece como úlceras dolorosas na mucosa bucal, as quais podem ser múltiplas ou solitárias. Também é chamada úlcera aftosa recorrente, e costuma aparecer com ardor e prurido. Essas lesões permanecem aproximadamente dez dias e deixam cicatrizes. Geralmente, o período de maior desconforto perdura por dois ou três dias.


Características

Nem todas as aftas são iguais. Existem três tipos: afta vulgar (a mais comum), afta herpetiforme e afta maior. 


A razão pela qual as aftas são dolorosas é que, sendo lesões ulceradas, expõem o tecido conjuntivo, rico em vasos e nervos, o que provoca a dor. Elas podem ser causadas por alguma alteração da resposta imunológica. Os ácidos presentes na alimentação, os pequenos traumas à mucosa, os distúrbios gastrointestinais, o ciclo menstrual (no caso das mulheres) e o stresse emocional agem como fatores desencadeantes. 


As aftas não são contagiosas, mas podem ter um envolvimento familiar. Filhos de pais portadores de aftas apresentam maiores probabilidades de também sofrerem do problema.


Cuidado! 

Existem outras doenças que podem parecer aftas mas não são. O cancro de boca começa com uma lesão ulcerada. Por isso, se a lesão não cicatrizar após 15 dias, procure um médico dentista para um diagnóstico. Além disso, outros males como herpes e lúpus, em certa fase do seu desenvolvimento, podem ser confundidos com aftas.


Lembre-se disto

– Não é recomendado queimar aftas com formol.
– Não existe tratamento que seja eficaz para todos os portadores de aftas. Alguns têm lesões aftosas uma vez por ano. Outras pessoas apresentam lesões múltiplas periódicas.
– Procure o dentista para um diagnóstico adequado e para receber as orientações necessárias.


Para evitar Aftas

• Faça uma boa higiene bucal.
• Não coloque objetos, como caneta ou lápis, na boca.
• Modere o uso de alimentos ácidos, como frutas cítricas e molho de tomate.
• Não passe pomadas anestésicas sobre aftas, sem orientação do médico.
• Tente controlar o stresse.



 Dra. Érica Moreno Zanconato Carvalho 
Médica dentista


Copyright © 2000-2013 Saúde & Lar, Todos os direitos Reservados




Tratamentos e medidas suplementares

Coloque 10 gotas de água oxigenada (10V) em meio copo de água, e adicione 1 colher de bicarbonato de sódio, e 1 colher de chá de sal marinho integral, mexendo até dissolver. Se precisar acrescente mais água. Esta solução deve ser usada para bochechar várias vezes ao dia, sem nunca engolir.

Aplique tintura de hidraste sobre a afta, três vezes por dia, pelo menos uma hora antes das refeições.

O óleo da árvore do chá pode ser também aplicado como desinfectante. Caso provoque dor, não utilize.


A planta calêndula-hortense, ou popularmente conhecida como maravilha, pode ser utilizada também para a cicatrização da afta. Prepara-se uma infusão colocando 1 chávena de água a ferver sobre 1 a 2 colheres de chá de folhas secas da planta. Deixar arrefecer durante uns 10 minutos, coar e deixar arrefecer novamente até a infusão ficar morna. Gargareje e lave a boca com esta preparação, as vezes que forem necessárias.

Tome o aminoácido lisina, na dosagem de 1000 mg, três vezes ao dia, com o estômago vazio.

A equinácea é também uma excelente aliada nestas situações. O uso de 200 mg, duas a três vezes ao dia, é útil logo nos primeiros sintomas da afta. Atenção, se sofre de alguma doença auto imune, não tome esta planta sem a supervisão médica.

A vitamina C ajuda a cicatrizar feridas. 250 mg de vitamina C, juntamente com flavonóides (para aumentar a eficácia da vitamina C), três vezes por dia, pode ser uma preciosa ajuda.

O uso de zinco acelera também o processo de cicatrização. Siga as dosagens recomendadas pelo fabricante. Não use zinco acima da dose recomendada.

Recorra também a probióticos, como lactobacillus acidophilus, presentes nos iogurtes, ou então adquira na farmácia ou ervanária estes preparados. Olhe sempre para a data destes produtos. Quanto mais próximos do término, menos eficácia têm. Prefira sempre com datas de validade longas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Conheço alguns remedios caseiros para as aftas. Infelizmente sei bem o que isso é. Comigo resulta! http://www.poupaeganha.com/alivio-para-as-aftas/

    ResponderEliminar