Aviso

O conteúdo presente neste blog, não pretende de forma alguma substituir o tratamento médico. É meramente de consulta e informação. Se lhe surgir algum sintoma que considere relevante, consulte imediatamente o médico.
Caso tenha alguma dúvida, contacte-nos. Responderemos com a maior brevidade possível.

Publicidade Perigosa






PUBLICIDADE PERIGOSA
os doces ao lanche








As crianças são facilmente tentadas a tudo quanto é doce. E não somente as crianças. Mas elas, pela sua inocência, e pelo fantástico prazer que dão no paladar, o doce é preferido em detrimento de outros sabores. Mas dentro dos doces há preferências.
Se dermos um chocolate e uma maçã suculenta a uma criança, e dissermos para escolher apenas um, a tendência dela é optar pelo chocolate.
E porquê?
Porque o chocolate e toda a doçaria existente provoca viciação. É isso mesmo. As crianças ficam viciadas nesses produtos. Para além dos doces por si só viciarem, pelo paladar doce, os ingredientes “escondidos” potenciam o efeito viciante do mesmo, isto para não dizer que esses é que provocam a verdadeira viciação.

Hoje assiste-se a publicidades dando ao lanche das crianças chocolates, acompanhados de um copo de leite e de bolos.

Chama-se a isto lanche? Um lanche deveria ser nutritivo, rico em substâncias saudáveis, como vitaminas, minerais, fibras e fitonutrientes, como exemplo, anti oxidantes.

Um lanche não deveria ser apenas encher a criança de doce, calorias e gordura. Estes lanches têm imensas gorduras saturadas responsáveis por doenças graves como degeneração das cartilagens, doenças cardíacas, diabetes, colesterol elevado, etc.
Os aditivos , usados para conservar, colorir e intensificar o sabor, são responsáveis por imensas alergias, provocando asma, bronquites, reacções na pele, alterações intestinais, hiperactividade, cancro entre outras. O excesso de açúcar é sabido que pode causar diabetes, mas não só. Ossos frágeis, infecções recorrentes, acne, perda de apetite, cansaço, insónias são outros dos problemas causados pelo excesso de glicose no sangue.

Assim sendo, é prudente reflectir no tipo de alimentação que se está a dar às crianças, pois estas irão crescer com o hábito no paladar e em idade adulta irão dar continuidade a essa alimentação errada, tornando-se em adultos doentes e com a sua longevidade reduzida.

Incentive os seus filhos a comerem frutas em vez de doces processados. Habitue-os a uma alimentação o mais isenta de produtos processados, como os que acabamos de mencionar e outros, como cereais de pequeno almoço, bolachas, batatas fritas, bolos de pequeno almoço, etc.

É claro que estes produtos podem ser consumidos, mas com cautelosa moderação e não fazer deles um hábito diário ou semanais.


Lembre-se, cuidar da sua saúde é da sua responsabilidade e a do seu filho também...


Filipe Gonçalves
Director clínico da clínica Pela Minha Saúde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem comentários:

Enviar um comentário